A psiquiatra Rita Mateiro recusou ouvir a minha análise acerca do meu pai e receitou uma quantidade elevada de anti psicóticos , depois mandou-nos para casa. Eu recordo o meu pai a mostrar as veias dos braços, após várias injeções em desespero e passados 2 anos o meu pai morreu. É assim que se honra um herói em Portugal.